Paranaíta adquire produção local dos agricultores familiares

0
172
Assessoria

Em época de isolamento e de redução de canais de comercialização de produtos, o alento para os agricultores familiares no município de Paranaíta vem das compras públicas.

O Governo municipal prioriza os agricultores familiares nos processos de compras públicas e com isso realiza a inclusão social e econômica do agricultor paranaitaense. Além das aquisições obrigatórias da Secretaria de Educação no abastecimento ao Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE), onde são utilizados aproximadamente 190 mil reais por ano, a prefeitura também adquire os produtos para abastecimento da secretaria de saúde, onde são fornecidas as refeições para os pacientes; para a secretaria de obras onde os produtos são utilizados para os servidores que fazem a manutenção das estradas rurais, e também na assistência social para o atendimento do Programa CESTA VERDE.

O Programa CESTA VERDE da assistência social foi criado pela Lei Municipal 1.067/2019 e foi desenvolvido com dois objetivos, o primeiro é de contribuir com uma alimentação mais nutritiva, rica em vitaminas, fibras e nutrientes para as famílias que estão em estado de insegurança alimentar, o outro é de permitir que agricultores familiares locais não percam a sua produção e tenham mais um canal de comercialização, gerando mais renda e criando um ciclo virtuoso do desenvolvimento local.

 “Cada vez que nós (prefeitura) adquirimos os produtos dos agricultores familiares locais, estamos dando mais dignidade para nosso pequeno produtor, além de garantirmos a continuidade de sua produção”. Explica o secretário de administração Éder Fabiano Navarro.

COMO FUNCIONA O PROGRAMA:

O primeiro passo é o cadastramento das famílias que necessitam desse suporte da prefeitura. Para se cadastrar é necessário que o beneficiário cumpra alguns seguintes requisitos, dentre os quais estar inscritas no Cadastro Único, tendo prioridade no atendimento: idosos, gestantes e famílias em vulnerabilidade social que passarão por avaliação com as técnicas da Secretaria de Assistência Social/CRAS.

Após isso, a prefeitura realiza o processo administrativo para adquirir os produtos dos agricultores familiares, onde são priorizadas as cooperativas de agricultores familiares do próprio município. Os 47 produtos licitados desta aquisição são: abacaxi, abobrinha, berinjela, almeirão, batata doce, beterraba, cebola, cebolinha, cenoura, laranja, limão, mamão, mandioca, maxixe, melancia, melão, milho verde, pepino, pimentão, rabanete, repolho, rúcula, salsa, tangerina, agrião, brócolis, chicória, coentro, espinafre, jiló, manjericão, maracujá, pimenta de cheiro, quiabo, vagem e variedades de: abóboras, alfaces, bananas, couves e tomates.

Por fim, todas as semanas, na SEXTA feira, as famílias beneficiárias retiram suas cestas verdes na Secretaria de Assistência Social.

RESULTADOS DO PROGRAMA:

Em apenas cinco meses, a prefeitura já distribuiu aproximadamente 2.400 cestas verdes, em atendimento a 105 famílias, 77.749,73 mil investidos no desenvolvimento local, com aquisições dos produtos da agricultura familiar somente no abastecimento do programa CESTA VERDE. É mais qualidade de vida para os beneficiados e mais dignidade para nossos agricultores familiares.

A cesta verde é uma das ações que a prefeitura vem realizando no município com o objetivo de melhorar o ambiente empreendedor do município, desburocratizar e desenvolver a agricultura familiar.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui