terça-feira, julho 27, 2021
No menu items!
Início Notícias Escola que foi alvo de vandalismo recebe pintura nova

Escola que foi alvo de vandalismo recebe pintura nova

O trabalho teve como foco apagar as pichações feitas, há duas semanas, por vândalos que invadiram a escola durante a madrugada

A Escola Estadual André Antônio Maggi, localizada na cidade de Feliz Natal (a 536 quilômetros de Cuiabá), realizou um mutirão no último sábado (13.04) para refazer a pintura do prédio. Com a colaboração da comunidade escolar e do grupo de motociclistas denominados “Moto Clube Abutres”, alunos do ensino fundamental e médio participaram da atividade.

O trabalho teve como foco apagar as pichações feitas, há duas semanas, por vândalos que invadiram a escola durante a madrugada.

A comunidade escolar também participou do processo de remodelação do prédio. A tinta foi cedida pela Prefeitura, ficando a cargo de pais, alunos e profissionais da educação a mão de obra. 

Segundo a diretora da escola, Rejane Rigo de Paula, além da doação das tintas, a comunidade também conseguiu doações dos materiais necessários para a pintura e a mão de obra. O grupo de motociclistas participou da ação ajudando na pintura.

“Foi uma ação preventiva e de sensibilização, pois os alunos ajudaram na pintura e, com isso, tiveram a consciência de que a escola é um bem público, ou seja, é deles também. Esse momento de conscientização é importante porque os alunos ajudarão na conservação do prédio de nossa escola”, destaca a diretora.

Para o assessor pedagógico Zeferino Passos Júnior, que atende o município de Feliz Natal, essa participação da comunidade escolar e do grupo de motociclistas é altamente positiva. “Excelente trabalho da comunidade escolar”.

Vandalismo

A Escola André Antônio Maggi foi vítima de vandalismo na madrugada do dia 29 de março. As paredes amanheceram com várias inscrições, principalmente palavrões, assustando alunos e professores. No mesmo dia, cinco suspeitos foram levados para a Delegacia local, que investiga o caso.

“A escola tem 12 anos e nunca ocorreu algo parecido. Fomos pegos de surpresa quando chegamos para trabalhar e encontramos tudo pichado. Então, reforçamos um trabalho de ação preventiva”, explica a diretora.

Antes da pichação, o representante do Ministério Público esteve na escola conversando com estudantes de uma turma sobre uma questão disciplinar na cidade. A Polícia Militar também participa com o Projeto Luz do Amanhã e já agendou uma palestra para os estudantes sobre o comportamento na escola.

A EE André Antônio Maggi atende 892 estudantes, matriculados nos três turnos, nas séries finais do ensino fundamental (a partir do 7º ano) e Ensino Médio.

FONTESEDUC

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Notícias Populares

Departamento de Cultura de Vera participa de curso de capacitação de Gestão Pública da Cultura

O curso é desenvolvido pela Ação Cultural em parceria com a Secretaria de Estado da Cultura, Esporte e Lazer

Escola Aloízio Jacob Webler implanta programa Laboratório de Aprendizagem em Matemática

As aulas têm como objetivo preparar os alunos do 5° ano para a avaliação do Ideb além de trabalhar a defasagem e as dificuldades dos alunos

UFMT divulga lista de vagas remanescentes do SiSU

Confira edital complementar AUniversidade Federal de Mato Grosso (UFMT), por meio de sua Pró-reitoria de Ensino de Graduação,...

UFMT reabre edital de concurso para técnicos-administrativos

Inscrições serão abertas em primeiro de julho; provas em agosto AUniversidade Federal de Mato Grosso (UFMT) publicou no Diário Oficial da União (DOU) desta quinta-feira...